Sabado, 15 de dezembro de 2018 Nossa história      

Notícias

Prefeitura e CMDCA realizam X Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente

Por SECOM - Secretaria Municipal de Comunicação Social

Prefeitura de Cabeceiras, através da Secretaria de Assistência Social e o CMDCA realizou na manhã desta sexta (23), no auditório da Secretaria Municipal de Educação, a X Conferência Municpal dos Direitos da Criança e do Adolescente. O evento é voltado para debates sobre política de atendimento à criança e ao adolescente, aberto a todos os segmentos da sociedade.

Pensando na garantia da implementação da política e do Plano Decenal dos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes, a partir do fortalecimento dos Conselhos de Direitos da Criança e do Adolescente, o tema central deste ano é: “Proteção integral, Diversidade e Enfrentamento das Violências ”.

A mesa de honra foi composta pela Secretária de Assistência Social Márcia Oliveira; Evandro Alves, Secretário de Esportes; pelo professor Filho Nelson, representante da Secretaria Municipal de Educação, Secretário de Comunicação Apolo Araújo e a conferencista Cleane Melo.

A conferência foi comandada pela conferencista Cleane Melo que iniciou os trabalhos parabenizando os jovens pela participação e ressaltou a importância do envolvimento de toda a sociedade a favor das políticas públicas voltadas para as crianças e para os adolescentes. A conferência é importante para que sejam discutidas as demandas da área contando com a participação de todos. Estamos vivendo em uma sociedade muito individualista e precisamos lutar por uma sociedade mais justa e fraterna.

“Essa mudança começa em eventos como esse”, disse. Cleane comentou que é importante fortalecer os conselhos para implementar políticas públicas voltadas para os mais jovens. “Precisamos discutir temas importantes como a redução da maioridade penal, por exemplo”, disse.
A secretária de Assistência Márcia Oliveira também reforçou a importância da presença dos adolescentes. “Se existem políticas públicas, a sociedade civil e todos os principais envolvidos têm que avaliar e conferir, esse é o trabalho de hoje”.

Márcia frisou que a conferência é sinal de que políticas públicas estão acontecendo. “Ver essa conferência tão participativa é um ótimo sinal. São vários os temas que precisam ser discutidos”.

“Estamos dando voz e vez para nossas crianças e adolescentes. Sabemos que teremos muitos desafios, mas estamos aqui para erradicar cada um deles oportunizando habilidades para as crianças poderem escolher o seu futuro”, afirmou Márcia Oliveira. Segundo ela, a conferência traz um novo direcionamento para as políticas públicas voltadas à criança e ao adolescente.

Vale lembrar que ao final foram eleitos os delegados que estarão representando e levando as propostas para a Conferência Estadual dos Direitos da Criança e dos Adolescentes. Na sequência, as idéias deverão chegar à fase nacional.

Durante o evento, houve a leitura e aprovação do Regimento Interno, apresentações culturais, palestras, várias dinâmicas e outras atividades, além do lanche servido a todos os presentes.