Quinta-Feira, 12 de dezembro de 2019 Nossa história      

Notícias

LRF e IEGM de Cabeceiras do Piauí continua sendo referência na região

Por SEMCS - Secretaria Municipal de Comunicação Social

O município de Cabeceiras do Piauí se tornou um modelo de gestão eficiente e eficaz servindo como modelo para todo o Estado do Piauí, porque não dizer para todo o Brasil. O Prefeito, Dr. José Joaquim de Sousa Carvalho vem seguindo rigorosamente todas as exigências da Lei de Responsabilidade Fiscal, além de manter sempre em dia todas as parcelas de débitos das gestões anteriores, as obrigações e encargos da folha de pagamento como o INSS que varia entre 11 e 22%, de cada salário pago. “Mesmo com tais adversidades vimos mantendo salários em dia, fornecedores em dia e construindo novas unidades, seja de saúde, seja de educação, reformando e ampliando prédios e estradas, instalando sistemas de abastecimento d’água na zona rural, avançando com nosso IDEB, melhorando os indicadores da saúde...” destacou o gestor. Indagado sobre qual a maior dificuldade enfrentada na sua gestão, Dr. José Joaquim foi enfático: “Além do colapso financeiro e administrativo que encontrei, foi e tem sido, extremamente delicado  lidar com a pressão popular por empregos, fato de raiz cultural que foi a mais nefasta e destruidora política praticada no passado pelos nossos antecessores e que temos tido dificuldade para romper com este paradigma, haja vista, ser esta prática, a mãe de toda ineficiência, atraso e quebradeira de qualquer gestão”.

 

 O IEGM é uma ferramenta criada pelo Tribunal de Contas do Piauí – TCE-PI que consiste em um questionário que as prefeituras preenchem informando acerca de todas as ações e gastos em todos os setores da gestão e tem por objetivo aferir onde e como está sendo aplicado o dinheiro público e se tais gastos estão resultando em melhoras nos indicadores de saúde, educação, infraestrutura, etc. Para ser destaque e servir de modelo no IEGM do Piauí, o Prefeito de Cabeceiras não só preenche e envia em tempo hábil tais informações, como foram feitas diligências pelo TCE-PI por duas vezes no município, onde ficou comprovado por documentos, testemunhos e observações, in loco, que as informações do formulário estavam em conformidade com o que fora visto pelos observadores da Corte de Contas do Piauí. Percebe-se, portanto, que muitas vezes o eleitor se deixa levar por campanhas de candidatos milionários e populares e se esquece que estes, via de regra, são os piores. “Nos dias que correm as qualidades mais importantes em um gestor é a competência para encontrar saídas, a coragem de enfrentar desafios, autoridade e liderança para romper com práticas populistas que só servem para criar mitos, e não resultados, como assim o é a política do empreguismo do passado, e claro, honestidade para entender que o dinheiro público tem um destinatário, o povo... e é o que estamos fazendo aqui em Cabeceiras, tratando a coisa pública com fé pública e transparência”, destacou o grande líder, Dr. José Joaquim.

 

 

 

 

 


Um gestor que se mostra compromissado com as futuras gerações não pode tergiversar ante as dificuldades. “Estamos pagando o PISO SALARIAL NACIONAL dos professores, pagamos, também o piso dos agentes de saúde e endemias, pagando o Plano de Cargos, Carreira e Salários da Educação, insalubridades, férias, terço de férias e tudo o mais que é de direito... é preciso muita seriedade, muita garra, e muito esforço para chegar onde chegamos abaixo de 48,60% de gasto com pessoal, daí, nossa prefeitura não aparecer em listas negativas do TCE-PI e em nenhuma outra”, cunhou o Prefeito Dr. José Joaquim. A cidade, em todos os seus quadrantes é um grande canteiro de obras. Na zona rural são encontrados ginásios poliesportivos cobertos, Unidades Básicas de Saúde, energia elétrica, sistemas de abastecimento d’água, estradas, postos de saúde, escolas, médicos, fisioterapeutas, tudo em pleno funcionamento como visto e relatado pelos técnicos do TCE-PI.